Mãos suadas, coração batendo forte e uma tentativa frustrada de tentar controlar o choro. Assim são as noivas, os noivos, as mães das noivas… e os pais?

Quando a música começa e as portas se abrem, todos os olhares se voltam para a noiva, mas ali ao lado, na grande maioria das vezes, existe um homem que entre tantos pensamentos se perde na ideia de estar entregando sua princesa, sua vida para outro homem.

Descrever um sentimento é difícil, mas a verdade é que o pai da noiva precisa equilibrar a entrega e a consciência.

A entrega da filha, que agora é real, não é mais criança. Ao mesmo tempo que se conscientiza de que sim, ele tem que acreditar que ela está fazendo a escolha certa.

E ao ver o noivo com olhos marejados, perceber que ele tem muita sorte, mas que ela também tem…

Nesse momento é inevitável, as lágrimas rolam e os sentimentos se afloram. A felicidade toma conta!

Tudo corre bem, como era de se esperar. Depois vem os comprimentos, a festa, tudo planejado, um espaço especial, convidados animados e noivos felizes.

Afinal, é um sonho que se realiza.

Esse é um dos momentos que só se vive uma vez, então tem que ser aproveitado. Só não se esqueça:

Quando tudo acabar, ele ainda vai estar lá! Sempre vai estar lá!

Uma filha sai de casa, mas não do coração do pai. E pode acreditar, ele vai estar sempre torcendo pela sua felicidade, mas nunca deixando de pensar:

Se “ele” não tratar ela bem, eu mato!

Assim é o pai da noiva! Antes de tudo, pai!